A Travellerspoint blog

Atacama Experience - em português.

"to explore strange new worlds; to seek out new life and new civilizations; to boldly go where no man has gone before"

semi-overcast

Minha experiencia no Deserto do Atacama foi meio que espiritual. Lembro quando eu cheguei em Calama o frio que eu senti em perceber que estava no meio do nada e ainda tinha mais 1:30h de viagem pelo deserto até chegar em San Pedro de Atacama.
As paisagens que você verá são únicas no mundo

sugestão num 1 - contrate o transfer de alguma agencia de turismo de San Pedro - mais barato e seguro.

Eu fui com uma amiga e do Brasil, contratamos a Cactus tour para nossa estada de 5 dias lá. Eu gostei muito do tratamento, serviço e dos guias que nos acompanharam. Esta foi a única agencia que ofereceu o tracking de 2h pela cordilheira de sal antes de chegar no Vale da Lua para o por do sol. Este tracking é muito legal!!! vale a pena.

Pacote básico para conhecer os principais pontos da cidade - 5 dias!

DSC00974.jpg

Ficamos no Hostal Don Sebastián (http://www.donsebastian.cl) - limpo, confortável, barato, sem aquecimento e a alguns passos da avenida principal. Como a noite as ruas não são iluminadas leve uma lanterna!

1° dia - Vale da Lua e trekking na cordilheira de sal

San Pedro é uma cidade muito pequena com poucas ruas e excelente gastronomia. Tudo muito rustico e com muita Quinua - esqueça o arroz.
Fui em janeiro de 2008 o que não é muito calor, tempo nublado na maior parte (o que foi ótimo porque no dia que fez sol quase morremos de calor) e muito frio a noite.

O trekking dura 2h e tem paisagens lindas, ali você se sente realmente no deserto. A chegada se dá no Vale da Lua para o por do sol.

DSC01065.jpg

2° dia - Reserva dos Flamingos, sítios arqueologicos e Lagunas Altiplanicas

Começamos no Sector Soncor – flamingos national reserve. O chão é feito de sal e água e nos lagos temos flamingos. a temperatura esta hora é muito baixa pois começamos os passeios muito cedo.
De lá fomos rumo a alguns sitios arqueológicos, igrejas construídas pelos maias que ficam no caminho para as Lagunas Altiplanicas.
Estes lagos estão localizados a mais de 4000 metros de altitude, no pé de um vulcão. Estas lagoas estão evaporando, já tiveram grande perda de quantidade de água.

Como este passeio retorna cedo, ainda sobra tempo para um passeio pela cidade para explorar a igreja e o museu!

DSC01206.jpgDSC01277.jpgDSC01159.jpgDSC01119.jpg

3° DIA - Geyser Tatio

Prepare-se para cair da cama cedo e sair do hotel as 4h da manhã. Noite...... 4h de carro subindo a cordilheira para o campo de geysers, localizado no meio do nada no Atacama.
Ao chegar lá, após muito frio e muito solavanco com precipícios você verá várias vans e pessoas tomando café da manhã, esquentando a comida nas águas borbulhantes dos geyser. O pico do "show das águas" acontece por volta das 8h da manhã e dura apenas 1h. Este é o período em que os geysers estão mais ativos. Ao lado há uma piscina natural com água quente para os corajosos que gostam de um banho logo cedo.

DSC01337.jpgDSC01302.jpg

De lá, seguimos para uma caminhada em um pueblo típico, ainda com costumes incas preservados.... O mais interessante é que não devemos tirar fotos das pessoas pois elas acreditam que fotos roubam seus espíritos. Alguns que tentaram levaram pedradas... hehehehe.

DSC01375.jpg

4° Dia - Lagunas Cejas, Oljos de Salar e Salar do Atacama para o por do sol.

Saímos perto da hora do almoço seguimos para a próxima aventura - almoço típico seguido de uma visita às Lagunas Cejas e aos Ojos de Salar.
A 1a é uma lagoa super salgada que dizem que até hoje a profundidade é desconhecida. Devido a alta salinidade as sondas não alcançam o fundo. Água morna na superfície, impossível de afundar, vale o nado. Apenas cuidados com os olhos!!!

Em seguida, rumo aos ojos de Salar e o por do sol em uma salina próxima. Os Ojos são 2 piscinas naturais de água doce e super gelada quase simétricas, no meio do nada.

A parte mais bonita do passeio é em seguida quando dos Ojos de Salar, seguimos para assistir um por do sol perto dos Ojos, em uma Salina.
De tão branco, com o por do sol, o sal fica azul :).
E assim encerramos nosso quarto dia.....

DSC01409.jpgDSC01449.jpgDSC01493.jpgDSC01525.jpg

O 5° dia.... depreeeee!

No quinto dia fomos a um tour arqueológico. Legal para quem se interessa por história inca. Foi o único dia que pegamos sol de verdade e ai sim, sentimos o poder do deserto. Queimaduras leves nos ombros, mesmo com filtro solar e alta desidratação. O último lugar é o mais cansativo onde fazemos um trekking de 1h até o vale da morte pelo caminho inca.... subida dos infernos com a mesma vista de qualquer outro lugar - areia, pedra e deserto. Pense bem sobre este passeio.

DSC01617.jpg

e FIM...

Posted by acconte 08:25 Archived in Chile Tagged chile atacama_desert

Email this entryFacebookStumbleUponRedditDel.icio.usIloho

Table of contents

Be the first to comment on this entry.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Enter your Travellerspoint login details below

( What's this? )

If you aren't a member of Travellerspoint yet, you can join for free.

Join Travellerspoint