A Travellerspoint blog

Berlim, Berlim....

2 dias de pura cultura mundial - (portuguese version)

É difícil escrever sobre meus pensamentos em Berlim. Eu fiquei impressionada com o lugar, cultura, limpeza, monumentos e tudo o que cerca esta interessante cidade.
Todo mundo deve ir para Berlim pelo menos uma vez na vida.
Nós ficamos 4 dias lá mas os 2 primeiros foram os realmente importantes de serem descritos e se resumem ao pacote básico para conhecer o principal da cidade.

Dia 1 – experiência com museus

Começamos o dia indo ao portão de Brandemburgo, lugar lindíssimo e muito interessante. Este lugar era um dos marcos que dividia a Alemanha em oriental e ocidental.
De lá fomos ao Parlamento (não esqueça de reservar a visita ao Domo pelo site: : http://www.bundestag.de/htdocs_e/index.html). Subir ao Domo dá uma impressionante vista aérea de toda Berlim e seus principais pontos.

De lá caminhe pela rua Unter den Liden e aprecie o melhor da austeridade alemã. Uma paradinha no Einstein café e depois continue sua caminhada até a ilha de museus. Se você tiver $$ e tempo o museu da Madame Tussaud é logo ali, com replicas de todos os grandes nomes da guerra fria e o próprio Hitler.
Chegando a ilha de museus você avistará a Catedral – suba até o domo em uma infinidade de degraus e aprecie as magníficas obras de arte na nave. A cripta que fica no subsolo guarda a maioria dos reis da Prussia com suas famílias. Muito interessante.

Os melhores museus (dos váários que tem por lá) são o Neues (museu de arte Egípcia) e o Pergamon (museu de arte Greco-Romana).
Não perca – o busto da Nefertiti no Neues museum e o Altar de Pergamon e a coleção Babilônica no Pergamon.

Dia 2 – Experiência Judia!

É interessante perceber como o povo alemão se sente culpado pelo que fez ao povo Judeu. Em todos os cantos de Berlim há homenagens, marcos, esculturas, placas se retratando pelo mal causado. Já faz tanto tempo que isso aconteceu que por pior que seja não trará de volta os entes queridos ou reparar o mal feito.

Começamos na Potsdamer platz e caminhamos até a Topografia do Terror/Check Point Charlie e assim começamos a entender o que realmente aconteceu sobre Holocausto e etc. Você verá pontos interessantes da historia como a sede da Guestapo e uma parte do muro ainda intacta. Marcas de tiro estão em quase todas as construções da cidade.

De lá caminhamos até o museu Judeu que contem basicamente a hostoria dos judeus no mundo, na Alemanha, seus costumes, sua cultura e seus ritos.
As ruínas da igreja Kaiser-Wilhelm Gedächtniskirche estão em reforma, cheque antes de ir pois senão será viagem perdida.

Coma um tradicional curry wurst (lingüiça com molho de curry e batatas fritas) – tem banquinhas espalhadas por toda a cidade – não perca.
No final – East Side Gallery - Warschauer Strasse estação metro – uma das mais importantes expressões mundiais de arte pós guerra fria.

DSCN3727.jpgDSCN3696.jpg

Posted by acconte 11:13 Archived in Germany Tagged germany berlin

Email this entryFacebookStumbleUpon

Table of contents

Be the first to comment on this entry.

Comments on this blog entry are now closed to non-Travellerspoint members. You can still leave a comment if you are a member of Travellerspoint.

Enter your Travellerspoint login details below

( What's this? )

If you aren't a member of Travellerspoint yet, you can join for free.

Join Travellerspoint